Nossa história

Uma família de pioneiros e desbravadores no Pantanal.

A fazenda Barra Mansa foi fundada por Aniceto Rondon, na década de 1940, quando recebeu as terras como herança de família.

Aniceto era primo do Marechal Candido Rondon, lendário desbravador do oeste brasileiro, pioneiro na proteção das comunidades indígenas.

Jandyra,mulher de Aniceto, era apaixonada por artes plásticas, música e poesia e deu o nome ao local de Barra Mansa por estar localizada numa suave curva do Rio Negro.

A atração pelo rio fez com que a sede fosse construída voltada para o seu leito. Com vários quartos e espaço de convívio, a sede era o refúgio de toda a família durante as férias. Daí despertou a vocação turística da fazenda, que sob o comando do premiado músico e compositor Guilherme Rondon, neto de Aniceto, abriu as porteiras para receber visitantes em 1996.

João Victor de Barros, pai de Guilherme, deu o tom da hospitalidade pantaneira do bem saber de receber com aconchego, como se o turista fizesse parte da família. Ao lado de sua mulher Ivone Rondon de Barros, treinou a comunidade local acostumada com o trabalho com gado, a receber com carinho os visitantes em busca de contato com a natureza.

O tradicional jeito de acolher dos Rondon de Barros está hoje presente na receptividade de Daniel, filho de Guilherme, e do pequeno Antonio, filho de Daniel, que também mora na fazenda.

Veja mais fotos

Le lapin blanc needs to be follow! Did you know this?